Archive for Fevereiro 2011

João Paulo II e o serviço secreto polonês

Não bastasse ter sofrido um atentado no dia 13 de maio, data da 1ª Aparição de Nossa Senhora em Fátima. Não bastasse ter Nossa Senhora em Fátima ter profetizado entre outras coisas fatos que ocorreriam na vida do próprio João Paulo II. Não bastasse ainda o assassino (ou quase) ter achado um milagre ele ter errado daquela distância. E não bastasse também São Padre Pio ter profetizado que João Paulo II seria Papa, uma biografia escrita por um americano apresenta um fato bastante interessante da vida do querido Papa.
Durante a luta de João Paulo II contra o comunismo na Polônia, a polícia secreta procurou plantar provas no apartamento que havia utilizado em Cracóvia para desmoralizá-lo. Um diário falso em que uma faxineira que trabalhava na época para a diocese teria revelado ter tido um caso com o Papa no tempo em que era Cardeal na Polônia. A idéia era chantagear e minar a credibilidade de João Paulo II. Tudo ia bem com o plano, até que num belo dia, um dos agentes secretos enche a cara, bate o carro, a polícia chega e ele conta todos os detalhes do que tinha acabado de fazer.
Deve ter sido uma ressaca terrível. A história é no mínimo curiosa, mas vale a pena ser analisada, pois o mesmo agente foi depois responsável pela morte de um importante ativista do partido Solidariedade.
Se for comprovada a história, vamos nos perguntar não se o processo de beatificação tem sido rápido demais, mas pelo contrário, se não deveria era ir mais rápido ainda.
A notícia completa está publicada em:

Posted in | 1 Comment

8 Padres Jesuítas que Sobreviveram à Bomba Atômica

Que os Jesuítas são os verdadeiros ninjas da Igreja eu já sabia. Que boa parte dos lugares mais inóspitos do mundo tem uma vielinha mata adentro chamada “Caminho dos Jesuítas” isso também não é novidade. Mas essa reportagem do Catholic Herald me surpreendeu. E ainda mais pelo fato de ser tão pouco conhecida.
Em meio à carnificina da bomba de Hiroshima, em que tantas vidas inocentes se perderam, uma casa de uma pequena comunidade jesuíta de oito integrantes não sofreu nenhum dano durante a explosão, estando apenas cerca de 1 km do ponto de impacto. Ao redor tudo foi devastado. Os jesuítas também não sofreram nenhum efeito da radiação e morreram de outras causas décadas depois, sendo que nos seus últimos anos de vida contaram sua experiência para o mundo.
Ao refletir sobre as causas desse milagre um dos padres respondeu que ali se vivia a mensagem de Fátima e se rezava o terço diariamente.
Dias depois, quando foi a vez da cidade de Nagasaki ser bombardeada, foi um convento fundado por S. Maximiliano Kolbe que ficou intacto. Ao escolher o local do convento ele havia sido muito criticado, mas foi exatamente a sua localização atrás de uma montanha que impediu a devastação e a chegada da radiação. É conhecida também a devoção do Santo à Virgem Maria.

Posted in | Leave a comment